Segurança total

Profissionais capacitados

Rerserva Facil

Com 20% de desconto

Rotas planejadas

+20 pontos turisticos

Tromba d’água e Cabeça d’água: garanta um passeio seguro

Aproveite essa dica do Grupo Turvo para curtir ainda mais sua viagem a Capitólio.

Tempo de Leitura: 2 minutos

Uma questão que passa pela cabeça de todo viajante que vai passear em cachoeiras é a tromba d’água ou cabeça d’água, esses fenômenos aparentemente “inesperados” ocorre quando um volume maior de água atinge as quedas d’água. É preciso entender que este não é um fenômeno tão imprevisível, é possível programar um passeio seguro sem deixar de aproveitar as maravilhosas cachoeiras da região.

Dessa forma, se você deseja curtir seu turismo com calma e tranquilidade, não deixe de conferir o nosso site e as redes sociais. Nesses canais iremos informar de forma imediata os riscos que podem se apresentar durante a sua visita. Por isso, sempre que tiver dúvidas, não deixe de conferir essas informações, combinado?

O que é cabeça d’água?

A cabeça d’água acontece de forma mais comum nas cachoeiras, sendo este um fator que deve ser levado em consideração em suas visitas e turismo.

A mesma é caracterizada pelo aumento excessivo do nível de água, e isso acontece devido às fortes chuvas que caem nas partes superiores do curso da água, ou seja, as partes acima da queda da cachoeira.

O que é tromba d’água

Embora não seja tão comum nas cachoeiras, a tromba D’água é um fenômeno que acontece geralmente no verão, por conta do aumento do volume de chuvas. A mesma consiste numa nuvem em forma de funil, que toca a superfície da água, podendo acontecer na superfície de rios, mares e cachoeiras. Entretanto, normalmente atinge os mares com mais frequência.

O fenômeno lembra um pouco um tornado e depende de uma chuva forte devido a frente fria e alta umidade do ar com formação de nuvens densas e escuras, então geralmente o dia em que se forma uma tromba d’água não é mesmo um dia convidativo para se banhar em águas que oferecem riscos.

Diferença entre Tromba d’água e Cabeça d’água

Como descrito acima, a cabeça d’água é quando chove muito numa região acima do curso do rio onde está a queda da cachoeira, então o volume de água demora um tempo a chegar na cachoeira, parecendo que o volume aumenta inesperadamente.

Mesmo que o clima na região da cachoeira aparente não ter nuvens, acima do rio a chuva pode ter sido intensa.

Já a tromba d’água é quando uma grande nuvem se forma sobre o rio, represa ou até mesmo sobre o mar, e o volume de água é tão forte que chega até a erguer a água formando uma espécie de funil d’água que se manifesta de forma muito abundante e perigosa.

Para não confundir podemos definir a cabeça d’água como uma grande enchente, já a tromba d’água são como grandes colunas de água sobre o rio ou represa, que lembram tornados.

Sistema de alerta em Capitólio

Três prefeituras da região de Capitólio se reuniram junto às instituições de segurança civil e pública para criarem um Protocolo e plano de Ação que seja possível de regulamentar através de leis um sistema de alerta e segurança contra acidentes em cachoeiras.

(link https://g1.globo.com/mg/sul-de-minas/noticia/2021/01/07/prefeituras-definem-plano-de-acao-para-evitar-acidentes-apos-mortes-em-cabeca-dagua-em-mg.ghtml )

A ideia é criar cartilhas e campanhas informativas e de prevenção e cuidados junto a defesa civil, e também capacitar através de treinamento junto aos bombeiros os proprietários do ecoturismo, deixando eles preparados para socorrer os turistas em casos de acidente.

Previsões do tempo

Se você está pensando em ir para uma cachoeira fique de olho na previsão do tempo.

A previsão não será capaz de te dizer se irá ou não ocorrer uma tromba d’água ou cabeça d’água, mas você ficará sabendo se há chances de chover naquela determinada região. Não se esqueça de dar aquela olhadinha no céu, se ele estiver encoberto por nuvens carregadas fique atento às possibilidades.

Além da época natural de chuvas, que acontece no verão, outros sinais naturais podem ser observados no local, como vento intenso e mau tempo, e então o ideal é adiar o passeio, e retornar por uma trilha segura, prestando atenção também ao deslizamento de terra.

Quando o fenômeno acontece também é possível observar os animais agitados, ou fugindo do local, a mudança de cor na água, ou aumento repentino no volume de água. Caso perceba esses sinais, saia da água e volte por um caminho seguro.

Como se proteger numa emergência

Caso você se depare com uma cabeça d’água, é recomendado que você busque um abrigo em uma região alta. Caso não encontre nenhum lugar para se abrigar, a solução pode ser procurar algo que te proteja da força da água, como uma pedra ou tronco de árvore.

Se você estiver na água, procure flutuar sem resistir à correnteza, e acenar por ajuda. Estar acompanhado, e informar as pessoas onde você está ao invés de ir sozinho, também é uma medida de segurança que auxilia em caso de necessidade de resgate.

Segurança Na água

Segundo a Sociedade Brasileira de Salvamento Aquático, essas são orientações básicas para garantir um banho tranquilo em cachoeiras, lagos e rios:

Nunca entre às cegas em águas desconhecidas, tateie antes o fundo com os pés;

Evite mergulhar de cabeça, podem haver troncos e pedras escondidos no fundo;

Não faça consumo de bebidas alcoólicas ou drogas antes de nadar;

Se informe sobre socorros em casos de emergências na água.

Não tente socorrer alguém entrando na água, jogue algo flutuante, ou amarre uma corda enquanto chama por socorro.

Quem leu esta dica, também gostou destas!

 Somos movidos pela força do nosso trabalho. Centrados em nossos clientes, trazemos inspiração para realizarmos cada vez mais sonhos. Somos a MOBISA!

Visite nossas redes

Desenvolvido por ❤

Ir para Whatsapp
Precisando de ajuda?
Olá!
Precisando de ajuda? clique aqui e venha falar conosco!